Simone Kestelman é uma artista carioca e atualmente vive em Westchester County, EUA. Simone é escultora e artista multimídia, cujos trabalhos usam vidro, cerâmica e fotografia. Seu trabalho lida com temas arquetípicos como vida, morte, amor, violência e ambição, usando linguagem universal como veículo para tudo aquilo que não se articula com palavras. 

 

Kestelman começou a trabalhar com cerâmica em Niterói, RJ, quando tinha sete anos. Logo em sua infância já entendia que viemos em uma sociedade de grandes contrastes. Por um lado, a arte, música e Geografia vibrantes do Rio de Janeiro. Por outro, a violência e extrema desigualdade social. Nesse contexto, a artista desenvolveu a motivação para a sua arte.

 

Simone Kestelman é Bacharel em Economia pela Universidade Gama Filho. Sua formação como economista serve de lente pela qual Kestelman investiga questões como injustiça, desigualdade e violência no Brasil e no mundo. Em 2013, recebeu International Caucus/UN Program Honor Roll, uma honra da Organização das Nações Unidas (ONU). A artista também foi elogiada internacionalmente por trabalhos, incluindo Cantigas, Papai foi pra roça, mamãe foi trabalhar, Undesired e Marcha Soldado, os quais buscavam conscientizar o público sobre a violência contra mulheres e crianças.  

 

Kestelman vê suas esculturas como fotografias da mente e alma humana em um momento específico. Ela considera seu trabalho humanista: frequentemente relacionado ao corpo ou falta do mesmo, cerâmica, metal e vidro juntam-se para lidar com questões globais que geram fortes emoções. 

 

Kestelman expõe seu trabalho internacionalmente, em exposições solo na Galeria Anya e Andrew Shiva em John Jay College of Criminal Justice, CUNY; Galeria Amelie A. Wallace, SUNY Old Westbury Long Island, NY; Galeria Presidencial em John Jay College of Criminal Justice, CUNY;  Galeria A Hebraica, São Paulo, SP; Galeria Arthur M. Berger em  Manhattanville College, Purchase, NY;  Mary's College Museum of Art, Morago, CA; Galeria Caelum, NY; Rockland Center for the Arts, Nyack, NY. Seu trabalho também foi incluido em exposições nos seguintes museus: Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia, São Paulo, SP; the Thessaloniki Contemporary Museum, Thessaloniki, Greece; the Goethe Institute, Greece,  the Katonah Museum of Art, New York, NY e Edward Hopper House Museum, Nyack, NY, e foi citado nas publicações The Brooklyn Rail, Nyack News & Views, e Wag Magazine. Seu trabalho faz parte de coleções permanentes do Newark Museum of Art, e de coleções privadas no Brasil, Estados Unidos e Europa. Simone vive e trabalha em Westchester County, Nova Iorque. 

© 2016 by SK 

0
  • Facebook Classic
  • Instagram Social Icon
  • Houzz Social Icon